1. Close
    vivê-la em Santiago Bernabéu
    Real MadridReal Madrid
    vs
    Borussia DortmundBorussia Dortmund
    Informação do jogo
    Champions League, Jornada 6 (Fase de Grupos)
    Santiago Bernabéu
    2016/12/07
    20:45

    partilhar

    Seguinte

    Champions League20:45Real MadridvsBorussia Dortmund

    Anterior
  2. Close
    vivê-la em Santiago Bernabéu
    Real MadridReal Madrid
    vs
    DeportivoDeportivo
    Informação do jogo
    La Liga, Jornada 15
    Santiago Bernabéu
    2016/12/10
    20:45

    partilhar

    Seguinte

    La Liga20:45Real MadridvsDeportivo

    Anterior

Seleccione a plataforma preferida para comprar os seus bilhetes

Sanchís Manuel Sanchís Hontiyuelo

1983 · 2001
Local de nascimento
Madrid
Ano de nascimento
23/05/1965

A saga continua

Posição em campo: Central
Jogos efectuados: 710
Golos marcados: 40
Internacional pela Espanha: 48 vezes

Destacou-se pela sua tranquilidade, sobriedade na defesa, posicionamento e grande agilidade. Foi um daqueles centrais que fez escola na equipa branca pela sua qualidade como futebolista e o seu profissionalismo inexcedível. Fez parte de uma geração de jogadores que marcou uma era no futebol espanhol.

Desde a sua infância, Manolo Sanchís viveu o Real Madrid muito de perto. Vendo o seu pai jogar com a camisola madridista, aprendeu a gostar deste desporto. Aos 12 anos apresentou-se nas captações e pouco depois passou a integrar a formação, a denominada “La Fabrica”. Depois de ter dado mostras das suas brilhantes qualidades nos iniciados e juniores, chegou ao Castilla. Sob as ordens de Amancio, subiu à Segunda Divisão. Era a equipa da “Quinta del Buitre”.

Com Di Stéfano no banco, Sanchís estreou-se na equipa principal ao lado de Martín Vázquez. Em 1986, o central madrileno conquistou o seu primeiro Campeonato espanhol, o primeiro de cinco consecutivos. Cinco anos nos quais assombraram por toda a Europa. Mas aquela geração ficou sempre com uma espinha atravessada na garganta, por não ter ganho a Taça dos Campeões.

Em 1998 cumpriu-se, por fim, o sonho. O golo de Mijatovic pôs fim a um jejum de 32 anos sem ganhar o principal troféu europeu. Dois anos depois, chegou outro. Manolo despedia-se do futebol levantando a sua segunda Taça dos Campeões e Oitava do Real Madrid. Sanchís pendurou as chuteiras da melhor forma possível: entrando na história madridista.


Palmarés

2 Taças dos Campeões
1 Taça Intercontinental
2 Taças UEFA
8 Campeonatos
2 Taças do Rei
5 Supertaças
1 Taça da Liga

null 7ª Copa de Europa 8ª Copa de Europa
Buscar