1. Close
    vivê-la em Santiago Bernabéu
    Real MadridReal Madrid
    vs
    Borussia DortmundBorussia Dortmund
    Informação do jogo
    Champions League, Jornada 6 (Fase de Grupos)
    Santiago Bernabéu
    2016/12/07
    20:45

    partilhar

    Seguinte

    Champions League20:45Real MadridvsBorussia Dortmund

    Anterior
  2. Close
    vivê-la em Santiago Bernabéu
    Real MadridReal Madrid
    vs
    DeportivoDeportivo
    Informação do jogo
    La Liga, Jornada 15
    Santiago Bernabéu
    2016/12/10
    20:45

    partilhar

    Seguinte

    La Liga20:45Real MadridvsDeportivo

    Anterior

Seleccione a plataforma preferida para comprar os seus bilhetes

Rial José Hector Rial Laguía

1954 · 1961
Local de nascimento
Pergamino (Argentina)
Ano de nascimento
14/10/1928

Quando o futebol se transforma em arte

Posição em campo: Avançado
Jogos efectuados: 169 oficiais
Golos: 83
Internacional pela Espanha: 5 vezes

Maravilhou o madridismo por ser um jogador que já tinha alcançado a sua plenitude. Tinha uma maturidade futebolística que lhe permitia exibir um futebol de grande personalidade. Possuía uma técnica perfeita, uma grande visão de jogo, passes longos para o espaço vazio, um remate fortíssimo e um magnífico jogo de cabeça. Os seus cruzamentos bem medidos projectaram Francisco Gento rumo ao estrelato, fazendo dele o melhor extremo esquerdo do Mundo.
 
Filho de espanhóis, nasceu em Pergamino (Argentina) em 1928, tendo crescido em Buenos Aires. Desenvolveu-se como jogador nas camadas jovens do San Lorenzo de Almagro. Também alinhou no Independiente de Santa Fe e no Nacional de Montevideo. Ao cabo de dois anos nesta última equipa, Héctor Rial enviou uma carta aos dirigentes do seu clube. Se não o deixassem assinar pelo Real Madrid, deixaria de jogar futebol. Ingressou na instituição branca em 1954.
 
A sua inteligência futebolística permitiu-lhe ser o organizador da equipa, apesar de já nela haver dois jogadores que assumiam esse papel: Miguel Muñoz e Alfredo Di Stéfano. Deixou uma marca perene nos sete anos que passou no clube. Contribuiu para a conquista de cinco Taças dos Campeões Europeus, duas Taças Latinas, quatro Campeonatos e uma Mini-Copa do Mundo.
 
Em 1961 assinou pelo Espanhol para depois tentar a sorte no Olympique de Marselha (França) e no Club Unión Espanhola (Chile), no qual pendurou as chuteiras. Estreou-se nos bancos no Pontevedra, tendo sido treinador de várias selecções, como a da Argentina, tendo abandonado no comando de El Salvador. Faleceu a 24 de Fevereiro de 1991.


Palmarés

5 Taças dos Campeões
1 Taça Intercontinental
1 Mini-Copa do Mundo
2 Taças Latinas
4 Campeonatos





 

null 1ª Copa de Europa 2ª Copa de Europa 3ª Copa de Europa 4ª Copa de Europa 5ª Copa de Europa
Buscar