1. Close
    vivê-la em Santiago Bernabéu
    Real MadridReal Madrid
    vs
    Borussia DortmundBorussia Dortmund
    Informação do jogo
    Champions League, Jornada 6 (Fase de Grupos)
    Santiago Bernabéu
    2016/12/07
    20:45

    partilhar

    Seguinte

    Champions League20:45Real MadridvsBorussia Dortmund

    Anterior
  2. Close
    vivê-la em Santiago Bernabéu
    Real MadridReal Madrid
    vs
    DeportivoDeportivo
    Informação do jogo
    La Liga, Jornada 15
    Santiago Bernabéu
    2016/12/10
    20:45

    partilhar

    Seguinte

    La Liga20:45Real MadridvsDeportivo

    Anterior

Seleccione a plataforma preferida para comprar os seus bilhetes

Hierro Fernando Ruiz Hierro

1989 · 2003
Local de nascimento
Vélez-Málaga
Ano de nascimento
23/03/1968

A polivalência em forma de futebolista

Posição em campo: Defesa
Jogos efectuados: 601
Golos marcados: 127
Internacional pela Espanha: 89 vezes

Polivalência em estado puro. Destacou-se pelo potente remate, que lhe permitiu marcar 126 golos, um número surpreendente tendo em conta a sua posição. Tornou-se num dos melhores defesas da história do Real Madrid e do futebol espanhol. Era bom pelo ar, tinha grande capacidade de antecipação e de posicionamento. Tinha muita segurança e precisão no primeiro passe. Os seus 14 anos no clube traduziram-se na conquista de uma elevada quantidade de títulos, entre os quais três Taças dos Campeões Europeus e duas Intercontinentais.
 
A sua dedicação e paixão pelo futebol levaram-nos a entrar nos escalões de formação do Málaga. Estreou-se na Primeira Divisão pelo Valhadolid, em 1987, e somente um mês depois estava a disputar a final da Taça do Rei contra o Real Madrid. Dois anos depois, foi mesmo contratado pela instituição branca. Ao lado de Manolo Sanchís, Hierro exibiu-se como um defesa excepcional, de grande potência e enormes recursos técnicas.
 
Uma das suas melhores recordações com a camisola merengue foi a final da Liga dos Campeões de 1998. Os brancos sagraram-se campeões ao derrotar a Juventus com um golo de Mijatovic. Hierro anulou por completo Del Piero, a estrela do ataque da formação italiana. O defesa voltaria alevantar a Taça dos Campeões ao conquistar “A Oitava” e “A Nona”.
 
Indiscutível também na selecção espanhola, um dos seus golos mais memoráveis foi frente à Dinamarca, em 1993. Esse golo carimbou o passaporte da Espanha para o Mundial dos Estados Unidos 94. Após 13 anos de chamadas à equipa nacional, Hierro despediu-se no Mundial 2002. Um ano mais tarde abandonou o Real Madrid, mudando-se para o Al-Rayyan do Qatar. Em 2005, quando pertencia aos quadros dos ingleses do Bolton, anunciou o adeus ao futebol profissional.


Palmarés

3 Taças dos Campeões
2 Taças Intercontinentais
1 Supertaça da Europa
5 Campeonatos
1 Taça do Rei
4 Supertaça de Espanha

 

null 7ª Copa de Europa 8ª Copa de Europa Hierro levanta la Novena
Buscar