1. Close
    vivê-la em Santiago Bernabéu
    Real MadridReal Madrid
    vs
    Borussia DortmundBorussia Dortmund
    Informação do jogo
    Champions League, Jornada 6 (Fase de Grupos)
    Santiago Bernabéu
    2016/12/07
    20:45

    partilhar

    Seguinte

    Champions League20:45Real MadridvsBorussia Dortmund

    Anterior
  2. Close
    vivê-la em Santiago Bernabéu
    Real MadridReal Madrid
    vs
    DeportivoDeportivo
    Informação do jogo
    La Liga, Jornada 15
    Santiago Bernabéu
    2016/12/10
    20:45

    partilhar

    Seguinte

    La Liga20:45Real MadridvsDeportivo

    Anterior

Seleccione a plataforma preferida para comprar os seus bilhetes

Pachín Enrique Pérez Díaz

1959 · 1968
Local de nascimento
Torrelavega (Cantábria)
Ano de nascimento
28/12/1938

Uma vida no Real Madrid

Posição em campo campo: Defesa
Jogos efectuados: 218 oficiais
Golos marcados: 2
Internacional pela Espanha: 8 vezes

Defesa muito atlético e de uma força física fora do comum, Pachín fez a transição entre duas equipas diferentes mas com a mesma filosofia, serem os melhores. A sua polivalência, actuou em todas as posições da linha recuada, quer no Real Madrid das cinco Taças dos Campeões como no “Yeyé”. Foi um indiscutível de equipas que dominaram a Espanha e assombraram o continente europeu.
 
Pachín cumpriu o objectivo de jogar na sua equipa de sonho em 1959 depois de ter alinhado por Besaya, Sniace, Torrelavega, Burgos e Osasuna. Na sua primeira temporada sagrou-se campeão europeu, tendo sido titular na histórica final ante o Eintracht. Era o fim de uma geração (a de Di Stéfano e Puskas) e o começo de outra (a de Pirri, Zoco e Sanchís).
 
A contundência e nível proporcionados pelo defesa cântabro alcançaram uma dimensão de tal ordem que várias equipas italianas tentaram a sua contratação. Na altura, eram os clubes transalpinos os mais endinheirados mas o madridismo de Pachín levou-o a rejeitar todas as propostas. “Estar no Real Madrid é o melhor que pode suceder a um jogador de futebol”, chegou a afirmar.
 
O defesa andou de mãos dadas com o sucesso ao longo de toda a carreira na equipa branca. Foi chamado à selecção espanhola, com cuja camisola disputou oito partidas. Ao terminar a carreira de jogador deu início à de treinador, orientando várias equipas da Primeira e Segunda divisões.


Palmarés

2 Taças dos Campeões
1 Taça Intercontinental
7 Campeomnatos
1 Taça de Espanha



 

null 5ª Copa de Europa 6ª Copa de Europa
Buscar